O campo

•14/11/2009 • 2 Comentários

A beleza de um campo florido

Onde há lindos e limpos espelhos

A pureza do ar fresco

O que bate em tua face e te acalma


A tristeza do amor

Saber que tudo vale se é tudo

De um poder sedutor

Puro e parte do tudo de todo valor


Choro um rio

Saber que não encontro

Não o que quero

O que preciso


O sorriso perde sentido

Um abraço se torna mais vivo

A presença se faz sentida

O valor se revalida


A simples flor do campo

Simplicidade tua

Um pensar no viver

O viver no amor

Questionamentos loucos

•13/11/2009 • Deixe um comentário

Coisas loucas acontecem na mente humana…

Coisas loucas?

O que é louco para você?

Loucuras ou desvios?

 

Coisas loucas acontecem nas ações humanas..

Nas ações certas?

O louco é certo?

Conveniente?

 

Até onde vai o sentimento?

É assim que tudo dá certo.

A loucura alimenta a coragem de viver.

Viva a vida, viva e viva como quiseres.

Chuva

•09/11/2009 • 2 Comentários

É quando o céu está nublado que o sentimento bom vem…

Vem na brisa.

Não vem na brisa que apalpa a pele, vem na brisa que atinge o coração…

É a alma refletindo sobre si e esperando que algo de bom aconteça.

É o coração batendo firme e suave, é sentir-se acolhido.

Tenho algo para mostrar ao mundo.

Tenho um sentimento para expressar ao mundo.

Sentado vejo em meus olhos como é bom estar aqui.

Sentir o calor da presença sem presenciar fato nenhum.

Sei que quando a chuva passar a brisa vai-se com ela…

Mas sei também que um dia ela volta.

Do Medo

•07/11/2009 • 1 Comentário

Depressão que me abate.

Um simples motivo desmotivado.

O que persiste em me perturbar.

Coisas que eu mesmo alimento.

Uma parte diz para seguir.

Outra partir diz para reparar.

Algumas coisas são irreparáveis.

Depressão que vem.

Sempre vem um sentimento.

A menlancolia se mistura.

O temor que resurge.

Medo de seguir.

Das pessoas que eu amo…

…poucas tenho aqui.

Cada vez mais

•01/11/2009 • 4 Comentários

Sensação de vida faz-me saciado…

É quando acordam-te para o que vale a pena…

A flor que se fecha pode se abrir?

A flor ainda vive?

Pois então poderá abrir-se novamente…

Amor e vida…

Se da vida provares verdadeiramente, amor sentirá novamente.

Se o som que te guias se tornar o pulso de tua alma, poderás ter expressão.

Quando de um amigo precisas, carinho de vários recebes.

Quando algo te aflinge, aflinge muitos.

Se amar é o que faz-me bem…

Eu digo:

Eu amo cada vez mais…

Medo do quê?

•30/10/2009 • 1 Comentário

Sentes o medo?

O medo vem de onde?

Onde está o medo?

Medo de escuro?

Escuro causa-te medo?

Que medo causa-te o escuro?

Escuro do medo?

Não seria medo morrer?


Medo da morte?

Morrer causa-te medo?

De qual morte falaste?

Esse não é o teu medo de viver?


Viver de medo?

Medo da sua vida?

De onde vem sua vida?

Seria medo de Deus?


De onde surgistes?

A qual árvore pertences?

És poeira?

És vida ou és morte?

O Voo da Borboleta

•27/10/2009 • 2 Comentários

“A borboleta, o campo

Travessia pelo ar

O cheiro que há no ar

A visão da borboleta


O voo tem beleza

A beleza está no voo

Os olhos de quem vê

Nos olhos de quem sente


Da miragem verdadeira

A beleza é sentimento

Da leveza de uma pluma

Vê-se o campo e a borboleta